ANTES DO SÃO JOÃO Cícero anuncia aumento linear de 10% para servidores: “Estamos injetando R$ 329 milhões na economia”

O prefeito Cícero Lucena surpreendeu os servidores, nesta segunda (dia 20), ao anunciar reajuste linear de 10% para todo funcionalismo, já a partir de 1º de julho, exceto aqueles que já foram contemplados por reajustes entre os anos de 2021 e 2022.

E ainda pontuou que, da mesma forma como fez com a primeira parcela do 13º salário (paga no último dia 10), também será pago na próxima quarta-feira o salário do mês de junho. O anúncio foi feito através das redes sociais.

Com um detalhe: o pagamento do salário de junho, que geralmente é feito nos dois últimos dias úteis do mês, foi antecipado para esta quarta-feira sendo pago em um único dia para todos os servidores, como os aposentados, efetivos, comissionados e prestadores de serviço.

Cícero explicou que foi possível a antecipação, “graças ao equilíbrio nas contas do município, estamos antecipando o pagamento de ativos, inativos e pensionistas da Prefeitura para o dia 22 de junho e é importante destacar que terceirizados também recebem na quarta-feira”.

Injeção recorde – Com a antecipação dos pagamentos de junho, a prefeitura de João Pessoa está pagando três folhas em menos de 30 dias, totalizando R$ 329,4 milhões injetados na economia do município através dos proventos dos servidores municipais.

Nos dias 30 e 31 de maio, foi paga a folha de maio e já neste mês, no último dia 10, foi paga a primeira metade do 13º salário. “Esta antecipação busca proporcionar às famílias dos servidores um bom São João, já com dinheiro na conta. Além de ser um incremento importante para a economia!”, destacou Cícero Lucena.

Reajuste – O reajuste linear de 10% será aplicado a partir do dia 1º de julho para todos os servidores municipais de João Pessoa, exceto aqueles que já foram contemplados por reajustes entre os anos de 2021 e 2022. De acordo com o secretário de Administração, Valdo Alves, a gestão do prefeito Cícero Lucena, dá mais uma demonstração do equilíbrio fiscal da Prefeitura e do respeito ao servidor público municipal.