CERCO SE FECHA III Delação de Leandro indica que Livânia usou parentes para adquirir imóveis e carros de luxo



Dentre os vários detalhes que chamam atenção nesta 3ª fase da Operação Calvário, com a execução de mandados de busca e apreensão, está o fato de que a maioria dos envolvidos é parente da secretária Livânia Farias (Administração). A lista inclui seu marido, mas também irmãos e sobrinhos. Numa demonstração de que o alvo de fato foi a secretária, que se encontra em Brasília.

A base dessa 3ª fase se deu a partir da delação do ex-assessor e braço direito de Livânia, Leandro Nunes Azevedo, que detalhou, no depoimento, vários bens adquiridos pela secretários, entre os quais casas, salas comerciais e automóveis (como uma caminhonete Nissan cabine dupla e um BMW). O detalhe foi que, em boa parte dessas operações de compra, seus parentes mais próximos estão envolvidos.

Parentes – A relação: Elvis Rodrigues Farias (apontado como esposo, mas que na verdade seria ex), Haller Renut da Silva e Haroldo Rivelino da Silva (irmãos), Gabriella Isabel da Silva Leite, o vereador Kolorau Júnior e Lucas Winnicius da Silva Leite (sobrinhos). Na delação de Leandro Nunes Azevedo, Livania teria adquirido, com seu irmão Haroldo, uma caminhonete que foi colocada no nome de Gabriella, dentre outros bens.

Demais – Constam ainda Maria Laura Caldas Carneiro (assistente do procurador-geral Gilberto Carneiro), Josildo de Almeida Carneiro (motorista do Estado e esposo de Laura), o advogado Saulo Pereira Fernandes e Keydson Samuel de Sousa Santiago (diretor do Hospital de Trauma de João Pessoa). Josildo teria sido encarregado de efetuar os pagamentos dos bens adquiridos.