FOI PRO TUDO OU NADA Efraim diz que igual a foguete sua pré-candidatura ao Senado “não tem como dar ré”

O deputado e pré-candidato Efraim Filho (União Brasil) afirmou, esta sexta (dia 18), que sua postulação ao Senado é como um foguete, não tem mais como dar ré.

E arrematou, revelando sua disposição de ir pra disputa ao Senado, em outubro, de todo jeito: “De um lado ou de outro, serei candidato.”

Por um lado e outro leia-se: na chapa de João Azevedo (PSB) ou a de Pedro Cunha Lima (PSDB). Algo que, resumindo, é um recado, como quem diz: se não estiver na chapa de João, estará na de Pedro.

Suas declarações colocam um peso extra para o governador, que tem repetido seu otimismo de tentar acomodar Efraim e o deputado Aguinaldo Ribeiro (Progressistas), também pré-candidato ao Senado, sob o seu guarda-chuva.

E pra não deixar dúvidas, reiterou: “Assim como hoje, candidatos como Veneziano e Nilvan já têm a sua postulação definida, nós estamos para tomar essa decisão entre o governo ou a candidatura de Pedro Cunha Lima.”

As declarações de Efraim foram dadas sob os eflúvios de sua festa de aniversário, comemorado nesta sexta-feira.