Fulgêncio diz que Bruno foi exonerado por quebrar confiança de Cartaxo. Vereador tem outra versão

AdalbertoFulgencio02

Não teve exatamente um final feliz a saída de Bruno Farias da Secretaria de Turismo. E quando se imaginava que o assunto estava superado, eis que o secretário Adalberto Fulgêncio (Articulação), em entrevista à Imprensa, acusou o ex-secretário de ter quebrado a confiança do prefeito Luciano Cartaxo: “Questões de ordem interna não deveriam ser publicizadas.”

“O secretário Bruno Farias quebrou a confiança do prefeito Luciano Cartaxo, por isso ele foi exonerado”, afiançou Adalberto. Só que a versão de Bruno é outra diferente: “Eu entreguei o cargo ao prefeito, não fui exonerado. E entreguei por achar indigno, não apenas para mim, mas para a cidade, o prefeito reduzir da forma como reduzir o orçamento para menos de R$ 60 (era R$ 2,12 milhões).”

E mais: “Quando tivemos a reunião, e eu formalizei que iria sair por conta da redução do orçamento, o prefeito me pediu 48 horas para acertar como iria me substituir na Secretário. Só que, 15 minutos depois que deixei seu gabinete, ele já anunciava na Internet que eu fora exonerado, e já tinha definido quem iria me substituir, e não foi exatamente assim que a história se passou.”