NÃO ACEITA PRESSÃO Romero rejeita cobrança diz não ter pressa para decidir, mas quem “quiser reclamar, pode reclamar”



O ex-prefeito Romero Rodrigues, aparentemente, perdeu a paciência com setores da oposição, especialmente no PSDB, que vêm cobrando, de forma insistente, uma posição pública em relação às eleições do próximo ano. Romero lembrou que as convenções só irão ocorrer em agosto do próximo ano.

E foi na jugular: “Eu não sou de briga, eu sou de paz. Se o grupo político do qual faço parte quiser reclamar, pode reclamar a partir de hoje, a partir de amanhã, em relação ao processo eleitoral. Sempre fui corretíssimo. Onde eu falhei? Onde eu errei? Quando eu fui ingrato? Quando eu fui injusto?”

E ainda: “Em todo momento, eu compreendi as circunstâncias do grupo e ajudei… Então é isso. Eu tenho procurado cumprir minhas obrigações e ser fiel à cidade que me honrou com dois mandatos do prefeito.” A frase é enigmática, a partir de sua observação que irá pautar sua decisão sob a égide de seu compromisso com Campina Grande.

E arremata: “Vou tomar minha decisão, com tranquilidade, de forma serena, sem qualquer pressão…”