SALDO DA FAMINTOS Tribunal mantém desaprovação das contas de ex-secretária da Educação

O Tribunal de Contas do Estado rejeitou, nesta quinta (dia 26), recurso da ex-secretária Iolanda Barbosa da Silva e manteve a reprovação de suas contas na pasta de Educação de Campina Grande referentes ao exercício de 2018.

Os advogados de Iolanda alegavam que a denúncia recebida pelo Judiciário contra a gestora, resultante da Operação Faminto, deflagrada pela Polícia Federal e em tramitação na Justiça Federal, não envolveu a discussão sobre as contas e está sendo apurada em processo à parte, não devendo interferir no julgamento da PCA.

Mas, em seu voto, conselheiro-relator Antônio Gomes Vieira Filho reiterou a decisão e alegou que a reprovação das contas decorreu de várias irregularidades, citando ausência de transparência contábil, irregularidades em processos licitatórios, descumprimento da Lei de Acesso à Informação, contratações sem concurso e falta de recolhimento de contribuições previdenciárias.