PSD EM PÉ DE GUERRA… Após apoio de Romero a Pedro e a demissão de aliados de Eva que mantém apoio a João

O PSD é um partido em ebulição, especialmente após a formalização do ex-prefeito Romero Rodrigues anunciar apoio à pré-candidatura do deputado Pedro Cunha Lima e o prefeito Bruno Cunha Lima exonerar João Paulo Freire, o tesoureiro do PSD.

Freire é aliado da secretária Eva Gouveia (Articulação), que reagiu: “Ele rompeu comigo, ao demitir o administrador de nossa legenda.” Eva, como se sabe, segue apoiando a reeleição do governador João Azevedo, e já admitiu rompimento com Bruno.

“Ele rompeu com o próprio partido e se ele rompe com o PSD, naturalmente rompe comigo. A vida é feita de escolhas e ele fez a dele. Estou rompida politicamente com Bruno, mas observem, porque ele rompeu com o PSD e então comigo”, pontuou Eva.

O detalhe foi que, segundo o secretário Nonato Bandeira (Comunicação), o presidente do PSD, Gilberto Kassab, convidou João Azevedo para se filiar ao partido, e considerou que decisão de Romero apoiar Pedro, não representa perda para João: “Ele nunca disse que iria apoiar o nosso projeto.”