QUEM MAIS TERÁ A PERDER? E se Lula não vier para o palanque de Veneziano, nem para o de João Azevedo?

Tem muitas especulações na praça quanto ao palanque que o ex-presidente Lula vai escolher na Paraíba, como se este detalhe seja determinante para o destino das urnas de outubro.

Há, claramente, uma disputa entre os pré-candidatos João Azevedo (PSB) e Veneziano Vital do Rego (MDB), empenhados em seduzir o petista para turbinarem suas candidaturas.

Mas, talvez haja energia demais e proveito de menos nessa operação. Ora, nunca um candidato apoiado por Lula venceu uma eleição ao governo da Paraíba.

Foi assim com Roberto Paulino, no pleito de 2002. O detalhe foi que, naquela eleição, Lula flertava secretamente com Cássio Cunha Lima, a quem chamava carinhosamente de Cassinho.

O mesmo ocorreu em 2006, quando anunciou apoio a Zé Maranhão, e, novamente, em 2010. Com o detalhe que, em 2010, sequer pôs os pés na Paraíba. Lula, tanto quanto em 2002, flertava com Ricardo Coutinho por debaixo dos panos.

Ou seja, pelo histórico, Lula nunca apostou todas as fichas numa só candidatura. E, pelo andar da carruagem, dificilmente mudará seu comportamento este ano.

O mais provável é que faça como em 2010 e não venha à Paraíba, durante a campanha, para manter uma no cravo e outra na ferradura. Nesse desenho, quem mais terá a perder: João ou Veneziano? Eis a questão.